Ficha Técnica

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ficha Técnica

Mensagem por Motta em Qui Set 24, 2015 12:01 am

Betta



Nome Comum : Betta
Nome Cientifico : Betta splendens
Família : Osphronemídeos
Habitat : Sudoeste Asiático (Vietname,Cambodja,Tailândia,Myanmar)
pH : min:6,8 max:7,4
Temperatura : min:24 max:28
Dureza : min:4 max:8
Tamanho Máximo : 6 cm
Sociabilidade : Os machos são bastante territoriais por essa razão só se pode ter um macho por aquário,as fêmeas também são territoriais mas podem se manter juntas.
Manutenção : Fácil
Zona do Aquário : Superfície e meio aquário.
Aquário: 5 a 40 litros baixo
Classificação Científica

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Actinopterygii
Ordem: Perciformes
Família: Osphronemidae
Género: Betta
Bleeker, 1850

Betta é um gênero de peixes pequenos e coloridos da família Osphronemidae. Estão descritas mais de 60 espécies de Betta. A espécie-tipo é Betta picta, o betta pintado, mas a espécie mais comum é o Betta splendens, o peixe-lutador, muito popular entre os aquaristas.
Na sua forma selvagem os Bettas apresentam uma coloração discreta (cor acastanhada) que se confunde com o meio ambiente e com alguns tons de vermelho e azul nas barbatanas, são menores e menos agressivos que as formas domésticas. Na natureza podem ser encontrados nas bermas dos campos de arrozais, regatos, e pequenos lagos. O sistema social desta espécie é um sistema territorial em que durante a época de reprodução (época das chuvas) os machos defendem um território formado em redor de um "ninho-bolha", que eles próprios constroem e mantém. As fêmeas visitam os machos que as cortejam até estas libertarem os ovos. Em seguida e após a fertilização, os machos colocam os ovos no ninho e expulsam as fêmeas do território.

A reprodução em cativeiro é relativamente simples, bastando para isso um aquário (que pode ser pequeno) e um pequeno recipiente transparente. No aquário, coloca-se um macho, enquanto coloca-se a fêmea no pequeno recipiente. Em seguida, o recipiente (com a boca para cima) é colocado dentro do aquário, que terá um nível de água insuficiente para cobrir o recipiente. Uma vez visualizando a fêmea, o macho irá iniciar a construção do ninho, formado por diversas bolhas na superfície. Essa tarefa pode ser facilitada por algo que fique na superfície da água, como um isopor ou pedaço de plástico, o que evita que o ninho se prenda ao recipiente da fêmea. Uma vez construído o ninho, é o momento de soltar a fêmea, que será cortejada e envolvida pelo macho - se eles tiverem um contato imediato, o macho irá cortejá-la antes de fazer o ninho, só depois de um tempo a cortejando, ele começará a fazer o ninho. Sob pressão, a fêmea se entregará ao macho, então o macho a abraçará - esse abraço é conhecido como abraço nupcial. Ela expelirá os ovos, que serão fertilizados e colocados no ninho pelo macho, com a boca. Algumas fêmeas ajudam o macho, outras preferem comer os próprios ovos. Uma vez concluído esta etapa, a fêmea deve ser retirada para não ser morta pelo macho. Este será responsável por cuidar dos ninhos e dos alevinos após o nascimento, devolvendo ao ninho os que caem. Após uns vinte dias, contando como início o dia em que os ovos eclodiram, o macho tem que ser separado dos alevinos, pois nessa hora ele poderá come-los.

Este peixe tem a particularidade de respirar o ar atmosférico, graças a órgãos chamados de labirintos, que fazem com que o ar passe bem próximo da corrente sanguínea dele, proporcionando a troca de oxigênio com o sangue por meio de difusão. Por este motivo, os Bettas podem viver em águas pobres em oxigênio, mas não poluídas.

Os Bettas são muito populares entre os entusiastas de aquariofilia. As formas domésticas que atualmente se podem comprar nas lojas são o resultado de dois tipos de selecção artificial. Por um lado procurou-se produzir peixes com caracteristicas mais ornamentais, com barbatanas alongadas e corpo colorido , por outro procurou-se criar peixes mais agressivos, para serem utilizados em torneios de luta (mais comum no Sudeste Asiático). Estes últimos normalmente apresentam barbatanas curtas e são de maior tamanho.

Características

Betta splendens macho
Todos os Betta são pequenos, mas podem variar consideravelmente no tamanho, de 2,5 cm do Betta chanoides até 12 cm do betta-de-akar (Betta akarensis).

Os peixes do género Betta pertencem a Família dos anabantídeos, o que significa que podem respirar o ar atmosférico através de um órgão chamado labirinto, o que lhes permite viver em água pobre em oxigénio dissolvido, como plantações de arroz, riachos de corrente lenta, valas de drenagem e poças de chuva, onde outros peixes não poderiam viver.

Os bettas são divididos em dois grupos, de acordo com o seu comportamento sexual: alguns constroem ninhos de bolhas, como o B. splendens, enquanto outros incubam os ovos na boca, como o B. picta. Estes últimos são por vezes chamados "pseudo-bettas", e especula-se que tenham evoluído de espécies construtoras de ninhos, como adaptação a habitats de corrente rápida.

Alimentação

Os bettas em aquário devem ser alimentados com pequenas quantidades de comida, duas vezes por dia ou cada 1 dia . A comida pode incluir flocos flutuantes, minhocas liofilizadas ou vivas, ou ainda artêmias secas.

A ração para bettas é constituída por pequenas pastilhas redondas formadas por proteínas, lípidos, fibra, cinza, umidade, fósforo, certas vitaminas e outros ingredientes.

Nome

Betta splendens, o peixe-lutador-siamês
Há alguma confusão em relação aos nomes vulgares dos bettas. O "peixe-lutador-siamês", B. splendens, é frequentemente vendido nos Estados Unidos apenas pelo nome "betta", apesar de em 2006 haver cerca de 65 espécies classificadas no género Betta. Outro problema é que o nome Betta, indicando um género biológico, deve ser sempre escrito com maiúscula inicial e em itálico, enquanto que, se for utilizado como um nome comum, deve ser escrito com minúsculas.O nome comum do Betta pugnax, por exemplo, é betta-de-penang.

Em inglês, o nome Betta (ou betta) pronuncia-se ˈbɛtə, ou seja, a primeira parte é igual à palavra bet (apostar, em inglês) e, por vezes, confunde-se como o nome da letra grega beta, que se pronuncia ˈbeɪtə; por vezes, é ainda escrito erradamente apenas com um t. No entanto, o nome do género não tem nenhuma relação com a letra grega, sendo derivado de ikan bettah, o nome de uma das espécies numa das línguas da Tailândia.

Estado de conservação

Apesar de muitas espécies de Betta serem comuns (e a B. splendens ser encontrada em praticamente todo o mundo dos aquaristas) outras espécies encontram-se ameaçadas. A Lista Vermelha da IUCN classifica várias espécies de Betta como "vulneráveis" a B. livida encontra-se "em perigo" e as espécies B. miniopinna, B. persephone e B. spilotogena são consideradas "em perigo crítico".

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente lista uma espécie não-confirmada, Betta cf. tomi, como tendo sido extinta em Singapura entre 1970 e 1994.Provavelmente, isto refere-se à extinta população singaporesa de B. tomi, que continua a existir na Indonésia e na Malásia, assim como em cativeiro; a Lista Vermelha classifica-a como "vulnerável.

Espécies

Exemplar macho de Betta splendens


Uma fêmea de Betta splendens

As espécies descritas de Betta foram agrupadas em "complexos" para efeitos de conservação, mas não quer dizer que representem a realidade taxonómica. Os complexos de espécies de Betta são os seguintes:

Complexo akarensis:
Betta akarensis Regan, 1910 – betta-de-akar
Betta antoni Tan & Ng, 2006
Betta aurigans Tan & Ng, 2004
Betta balunga Herre, 1940
Betta chini Ng, 1993
Betta ibanorum Tan and Ng, 2004
Betta obscura Tan & Ng, 2005
Betta pinguis Tan and Kottelat, 1998
Complexo albimarginata:
Betta albimarginata Kottelat and Ng, 1994
Betta channoides Kottelat and Ng, 1994
Complexo anabatoides:
Betta anabatoides Bleeker, 1851 – betta gigante
Complexo bellica:
Betta bellica Sauvage, 1884 – betta grácil
Betta simorum Tan and Ng, 1996
Complexo coccina:
Betta brownorum Witte and Schmidt, 1992
Betta burdigala Kottelat and Ng, 1994
Betta coccina Vierke, 1979
Betta livida Ng and Kottelat, 1992
Betta miniopinna Tan and Tan, 1994
Betta persephone Schaller, 1986
Betta rutilans Witte and Kottelat in Kottelat, 1991
Betta tussyae Schaller, 1985
Betta uberis Tan & Ng, 2006
Complexo dimidiata:
Betta dimidiata Roberts, 1989
Betta krataios Tan & Ng, 2006
Complexo edithae:
Betta edithae Vierke, 1984
Complexo foerschi:
Betta foerschi Vierke, 1979
Betta mandor Tan & Ng, 2006
Betta rubra Perugia, 1893 – betta-de-toba
Betta strohi Schaller and Kottelat, 1989
Complexo picta:
Betta falx Tan and Kottelat, 1998
Betta picta (Valenciennes, 1846) – betta pintada
Betta simplex Kottelat, 1994
Betta taeniata Regan, 1910 – betta-de-borneu
Complexo pugnax:
Betta breviobesus Tan and Kottelat, 1998
Betta cracens Tan & Ng, 2005
Betta enisae Kottelat, 1995
Betta fusca Regan, 1910 – betta fusca
Betta lehi Tan & Ng, 2005
Betta pallida Schindler & Schmidt, 2004
Betta prima Kottelat, 1994
Betta pugnax (Cantor, 1849) – betta-de-penang
Betta pulchra Tan and Tan, 1996
Betta raja Tan & Ng, 2005
Betta schalleri Kottelat and Ng, 1994
Betta stigmosa Tan & Ng, 2005
Complexo splendens:
Betta imbellis Ladiges, 1975 – betta-crescente
Betta mahachai Panitvong, Nonn, 2002 –
Betta smaragdina Ladiges, 1972 – betta-verde-esmeralda
Betta splendens Regan, 1910 – peixe-lutador-siamês
Betta stiktos Tan & Ng, 2005
Complexo unimaculata:
Betta compuncta Tan & Ng, 2006
Betta gladiator Tan & Ng, 2005
Betta ideii Tan & Ng, 2006
Betta macrostoma Regan, 1910 – betta-ocelada
Betta ocellata de Beaufort, 1933
Betta pallifina Tan & Ng, 2005
Betta patoti Weber and de Beaufort, 1922
Betta unimaculata (Popta, 1905) – betta-de-howong
Complexo waseri:
Betta chloropharynx Kottelat and Ng, 1994
Betta hipposideros Ng and Kottelat, 1994
Betta pi Tan, 1998
Betta renata Tan, 1998
Betta spilotogena Ng and Kottelat, 1994
Betta tomi Ng and Kottelat, 1994
Betta waseri Krummenacher, 1986
Sem associação determinada:
Betta apollon Schindler & Schmidt, 2006
Betta bangka
Betta bungbihn
Betta ferox Schindler & Schmidt, 2006
Betta sukadan

Texto Retirado do Wikipedia e atualizado pelo fórum.

Motta
Admin

Mensagens : 14
Pontos : 842
Reputação : 0
Data de inscrição : 19/09/2015
Idade : 34
Localização : Lisboa

http://peixeforadagua.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum